Concertos e Musicais


Graças à qualidade do trabalho desenvolvido pelo IEM, seus alunos são constantemente convidados para apresentações públicas, tendo se destacado em concertos e gravações diversas. Entre eles estão a participação do seu coral na apresentação de “Carmina Burana” (no Teatro Castro Alves), na Comemoração dos 500 anos do Descobrimento do Brasil e Concertos de Natal em comemoração aos 20 anos da OSBA, todos sob a regência do Maestro Henrique Morelembaum.

Além disso, o IEM produz espetáculos envolvendo os alunos da escola, como parte de um projeto pedagógico que motiva o contato dos alunos com o público. Foi assim em “Fantasia Musical”, “Meu Sonho de Natal”, “Broadway IEM Show” e “O Príncipe Que Não Sabia Sorrir”, onde todos os alunos e professores se envolveram em trabalhos conjunto de música e artes cênicas. O coral e os grupos instrumentais têm se apresentado nos Concertos de Natal em diversas igrejas da cidade. Além dos tradicionais Concertos Natalinos do IEM, vale destacar a participação de seus alunos em audições, concertos, em eventos e gravações, como as realizadas com o grupo Olodum e Filhos de Gandy, na apresentação com o cantor Edson Cordeiro durante a comemoração dos 10 anos da Cia. Baiana de Patifaria.

Outros trabalhos de destaque:

2003 – A professora Carmen Mettig Rocha foi convidada pela ARCI (Associação de Regentes Corais Infantis) através de sua diretora, a musicista Lília Valente, para ser a regente responsável pelo workshop e Gran Concerto do Gran Finale (II Festival Nacional de Corais Infantis) em São Paulo. O espetáculo envolveu 250 crianças entre 8 a 12 anos num lindo concerto no Teatro do Memorial da América Latina (SP).

2006 – Mais um grande trabalho foi a participação do Coral do IEM no Concerto "Vozes do Holocausto", em primeira apresentação no Teatro Castro Alves (BA), sob a regência do maestro americano Russel Shelley, e no Teatro Cultura Artística (SP) a convite da Congregação Israelita Paulista, sob a regência de Cícero Alves Filho, idealizador desse projeto. No Rio de Janeiro, o Concerto foi realizado e calorosamente aplaudido na Sala Cecilia Meireles, também sob a regência de Cicero Alves Filho.

2007 – O IEM e a APEMBA (Associação dos Professores de Educação Musical da Bahia), em parceria com a ARCI (Associação de Regentes Corais Infantis), realizou em Salvador o VI Festival de Corais Infantis - Gran Finale Nordeste, reunindo mais de 200 coralistas de todo o Brasil.

2010 – O IEM iniciou uma importante parceria pedagógica com o Projeto Neojibá, criada em Salvador pelo renomado musicista baiano Ricardo Castro. A professora Carmen Mettig já participou de oficinas sobre a Metodologia Willems e também de mesas redondas (discutindo temas referentes à pedagogia musical) para os monitores da Orquestra Dois de Julho que tem mostrado ao público do mundo a seriedade e competência desse projeto sob a direção dinâmica do regente Ricardo Castro.

2013 – Dois grupos de Solfejo do IEM (grupo de sete anos e grupo de 13 anos) participaram do Festival de Musicalização Orff, realizado pela Jog Vibratom, São Paulo.

Seguindo a filosofia e pedagogia Willems, o IEM realiza continuamente aulas públicas e apresentações diversas, demonstrando um trabalho de qualidade comprovada. As datas comemorativas (São João, Mês da Criança e o Natal) são marcantes na história da escola e sempre geram novos espetáculos, com a participação de alunos e professores. Já foram realizados concertos natalinos, por exemplo, nas seguintes igrejas de Salvador: Igreja de Santa Tereza – Museu de Arte Sacra, Catedral Basílica, Conceição da Praia, Igreja de São Bento, Igreja da Mouraria, Igreja da Palma, Igreja da Graça , Igreja das Dorotéias e Igreja dos Aflitos.